Paratleta iratiense conquista medalhas de ouro em competição no Rio de Janeiro

Isabela Carla Francos, de 20 anos, participou do Meeting Paralímpico Loterias Caixa, realizado no sábado,…

25 de outubro de 2022 às 11h43m

Isabela Carla Francos, de 20 anos, participou do Meeting Paralímpico Loterias Caixa, realizado no sábado, 22. Ela já havia conquistado outras três medalhas nas Paralimpíadas Universitárias em João Pessoa, na Paraíba/Paulo Henrique Sava

Isabela Carla Francos, de 20 anos, conquistou duas medalhas de ouro durante o Meeting Paralímpico Loterias Caixa, realizado no Rio de Janeiro no último sábado. Foto: Marcelo Francos

A paratleta iratiense Isabela Carla Francos, de 20 anos, tem sido motivo de orgulho para a sua família e para o esporte do município. No último sábado, 22, ela conquistou duas medalhas de ouro no Meeting Paralímpico Loterias Caixa, realizado no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), no Rio de Janeiro. Ela disputou as modalidades de arremesso de peso e lançamento de disco, com apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e da empresa Cozinha 360.
Em entrevista à Najuá, Isabela afirmou que, mesmo não tendo conseguido atingir a marca que ela desejava nas provas, ficou contente por ter participado da competição. “Eu não consegui chegar à marca que eu queria no arremesso de peso e no lançamento de disco, mas foi bem legal lá no Rio de Janeiro. Eu gostei bastante de participar tanto de uma quanto de outra”, frisou.

No arremesso de peso, Isabela atingiu a marca aproximada de 2 metros. No lançamento de disco, ela chegou a pouco mais de 3 metros.

Paralimpíadas – Antes de ir para o Rio de Janeiro, Isabela já havia conquistado duas medalhas de prata e uma de bronze nas modalidades de arremesso de peso e lançamento de disco e de dardo durante as Paralimpíadas Universitárias, realizadas em João Pessoa, na Paraíba, entre os dias 11 e 16 de outubro. Para esta competição, a atleta contou com o apoio da Unicentro. Ela relatou como foi a viagem para participar do evento. “Eu cheguei na quarta-feira, dia 12, na Paraíba, e minhas competições começaram na sexta-feira, 14, à tarde. A minha primeira competição na sexta foi o lançamento de disco, e no sábado de manhã teve o arremesso de peso e o lançamento de dardo”, frisou.

Durante as Paralimpíadas, no lançamento de disco, Isabela conseguiu a marca de 5m58cm, a melhor marca da sua carreira. Já no arremesso de peso, ela atingiu 2m78cm; no lançamento de dardo, a atleta atingiu aproximadamente 3 metros.

Treinos e trabalho – Isabela treina diariamente pela manhã em casa para poder participar das competições. Ela concilia os treinos com o trabalho que faz na Escola Municipal Rosalina Cordeiro de Araújo, na Vila São João, onde presta assistência a um aluno autista. “Todo dia, de manhã, de segunda a sexta-feira, eu fico em casa e treino com meus pesinhos, tenho as minhas bolas, uma de iniciação e outra com o próprio peso. À tarde eu trabalho na escola e de noite eu faço outras coisas ou treino, é bem puxado”, comentou.

Isabela aparece na foto orgulhosa com as duas medalhas. Foto: Marcelo Francos

Próximas competições – No próximo dia 1º de novembro, Isabela participará do Meeting de Curitiba; nos dias 04 e 05, ela vai competir no Meeting de Florianópolis; depois, de 11 a 15 de novembro, ela participará dos Jogos Paralímpicos Abertos do Paraná (PARAJAPs), em Londrina, e nos dias 03 e 04 de dezembro, ela vai para uma competição em Cascavel.

Orgulho da família – Toda a família acompanhou Isabela nas competições. Marcelo de Ávila Francos, pai da atleta, demonstrou orgulho pela caminhada da filha no esporte. “É claro que é um orgulho imenso ver esta trajetória que a Isabela tem. Algo que a gente sempre gosta de ressaltar é por iniciativa dela mesma. Muitas vezes acabamos realizando sonhos através dos filhos, mas neste caso não, é ela quem quer realmente”, frisou.

Isabela participa do esporte desde 2014, sempre incentivada pelos pais e pelos professores. Ela iniciou os treinamentos quando ainda cursava o Ensino Fundamental, através do trabalho do professor Emerson Zaleski, o Guga, que levou ela para a regional dos jogos no lançamento de pelota. Depois, quando passou a cursar Formação de Docentes no Colégio Estadual Antônio Xavier da Silveira, ela passou a treinar arremesso de peso e lançamento de disco e de dardo com os professores Gerson e Eliton Cândido Tiu.

Marcelo destacou que a família sempre incentiva Isabela a seguir no esporte. “Ao longo deste tempo, nós sempre sentamos com ela, conversamos e dizemos que, se é isto que ela quer, vamos te apoiar e fazer o que for possível. Dependemos muito do apoio que temos hoje da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Tivemos o apoio para as Paralampíadas Universitárias da Unicentro e da Cozinha 360. Estes apoios e o nosso incentivo fazem com que ela possa se manter no esporte, algo que entendemos de suma importância não só pelas conquistas. É claro que é maravilhoso, no momento em que você se dedica a alguma coisa, ter o reconhecimento e trazer este retorno, que são as medalhas, mas o principal é a qualidade de vida, algo que o esporte tem propiciado muito para a Isabela”, relatou.

O avô Carlos Ubiratan Cordeiro da Silva, conhecido como Bira, também demonstrou orgulho pelas conquistas da neta. “Ela é um exemplo de vida e conseguiu mudar a todos da nossa família. Ela é o orgulho das nossas vidas”, comentou.

Isabela, o pai Marcelo e a mãe Ivana tiram selfie depois da conquista de medalhas nas Paralimpíadas Universitárias em João Pessoa, na Paraíba. Foto: Arquivo pessoal

Apoio – Isabela conta com o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer através do Programa Bolsa Atleta. Ela recebe R$ 625 mensais por estar inscrita na categoria Adulto II. Além disso, em alguns casos o município custeia transporte, alimentação e inscrições dela em competições.

O secretário de esportes, André Demczuk, demonstrou satisfação em ter Isabela representando o município em diversas competições. “Para nós, é uma honra e uma satisfação enorme poder colaborar com ela e com o esporte do nosso município. Esperamos poder melhorar cada vez mais esta estrutura, ela ainda vai ter os PARAJAPs no próximo mês, representando o nosso município, e também teremos ações junto à Prefeitura, para que ela seja homenageada por todos os seus bons resultados”, frisou.

Dedé também enalteceu o acompanhamento feito por Marcelo e Ivana, pais de Isabela, durante os treinamentos da filha. “Que nós possamos colaborar da melhor forma possível para que eles mantenham este bom trabalho e consigam, dentro das nossas limitações e capacidades, melhorar ainda mais para, quem sabe, vermos a Isa, num futuro próximo, em uma Paralimpíada, quem sabe”, finalizou.

Meta – Desde o início da carreira, Isabela já conquistou 28 medalhas. A meta dela é encerrar o ano com 38 medalhas.

Fotos: Arquivo pessoal 

Isabela conquistou a medalha de bronze no lançamento de dardo em João Pessoa

Na foto, Isabela aparece ao lado da paratleta olímpica brasileira Tuany Barbosa, amiga que, segundo Isa, “o atletismo a deu para a vida inteira”

Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), no Rio de Janeiro, onde foi realizado o Meeting Paralímpico Loterias Caixa no último fim de semana