Compagas expande distribuição de GNV para veículos em Ponta Grossa

O início da operação de um novo ponto de abastecimento na cidade está previsto para…

09 de fevereiro de 2024 às 17h21m

O início da operação de um novo ponto de abastecimento na cidade está previsto para a seguida quinzena de fevereiro. Posto está estrategicamente localizado anexo à rodovia BR-376, no km 473, próximo ao portal da cidade/ AEN

Foto: COMPAGAS

A Compagas anuncia a expansão da distribuição de Gás Natural Veicular (GNV) em Ponta Grossa em parceria com a rede Trevo de postos de combustíveis. O início da nova operação está previsto para a segunda quinzena de fevereiro na unidade localizada na Av. Visconde de Mauá, nº 4.800, estrategicamente posicionada anexa à rodovia BR-376, no km 473, próximo ao portal da cidade.


VANTAGENS

Uma das principais vantagens do uso do GNV é o maior rendimento. Isso se justifica pela maior capacidade média de rodagem – com o GNV é possível percorrer 14 quilômetros por m³. Já com o etanol, essa distância é de 7 km por litro e com a gasolina o motorista faz, em média, 10 km por litro.

Considerando também o menor preço de venda, o GNV pode proporcionar uma economia de até 40% para aqueles que o utilizam. Importante destacar, ainda, que os motoristas paranaenses que possuem o kit GNV instalado e a documentação em dia têm um desconto de 70% no IPVA, pagando alíquota de 1% sobre o valor do veículo, enquanto para os demais é de 3,5%.

No quesito ambiental, ainda que o GNV tenha origem fóssil, ele emite menos poluentes do que os combustíveis líquidos, especialmente por ter uma queima mais limpa, com menos fuligem e menor geração de dióxido de carbono (o gás que mais contribui para o efeito estufa no planeta).

Comparado à gasolina, por exemplo, com o uso do GNV a emissão chega a ser até 30% menor. Também é de fácil dispersão na atmosfera, o que reduz os riscos de acidentes e vazamentos.

No site da Compagas é possível conferir a lista de oficinas e organismos de inspeção credenciados para fazer a instalação do kit GNV. Qualquer veículo movido a gasolina ou etanol pode fazer a conversão. O custo médio é de R$ 5 mil e o investimento pode ser recuperado em um curto período graças à competitividade e à economia proporcionada ao usuário que percorre longos trajetos diariamente.